24/04/2017

Cabelos mais saudáveis




Sempre tive muitas pessoas a perguntarem-me sobre cuidados com o cabelo, que cuidados é que eu tenho com o meu, e, por isso, este post vai servir como que uma introdução ao tema cabelos mais saudáveis que vou andar a falar aqui no blogue daqui para a frente. 



Antes de vos falar sobre cuidados em si, dicas, receitas caseiras, etc. senti necessidade desta espécie de introdução sobre o meu cabelo e sobre o que por vezes temos de fazer se quisermos que ele melhore verdadeirajmente.

Sobre o meu cabelo:
Muitas pessoas que me seguem sabem, seja pelas fotos ou pelos vídeos, que eu tenho o cabelo comprido, louro e liso. De há uns meses para cá tenho tentado cuidar mais do meu cabelo. -Porquê?! -perguntam vocês. Porque com toda a medicação, anestesias, stress (muito stress) e alimentação menos correcta o meu cabelo foi ficando cada vez mais fraco, oleoso na raiz e com as pontas muito secas. E, como foi uma coisa que foi acontecendo gradualmente, eu não estava a dar importância. Eu ia notando que estava a cair com muita frequência, que estava muito fininho, mas, como tinha outras prioridades (como as minhas pernas andarem como deve ser), sinceramente, nem me estava a aperceber do ponto da situação. Há uns meses atrás tirei uma foto e foi aí que notei que, realmente, num espaço de uns dois anos, o meu cabelo tinha piorado muito. Apesar de estar comprido, estava muito muito fininho e, reparei que, eu devia estar com quase menos de metade do cabelo que tinha há uns anos atrás. Sim, tinha mesmo menos cabelo e bem mais fino!! Se agarrasse todo o meu cabelo num rabo de cavalo ele estava da grossura de um dedo meu. Sinceramente, não fiquei nada contente, como devem imaginar. 
Sendo eu uma pessoa cuja profissão implicava, entre muitas outras coisas, ensinar às outras pessoas como tratar correctamente do cabelo, como valorizarem-no, dar aulas de penteados, fazer vídeos sobre isso, etc. a situação pareceu-me caricata. Pode-se dizer que o ditado " em casa de ferreiro espeto de pau" nunca me pareceu tão apropriado. 
Foi aí que achei que talvez fosse melhor começar a aplicar em mim própria alguns dos conselhos que eu dei a várias pessoas durante bastante tempo. 
Comecei a fazer um cronograma capilar simples (quem não sabe o que é não se preocupe porque vou fazer um post só sobre isso), para tentar ficar com o cabelo mais saudável, e a aplicar algumas receitas caseiras para ajudar. Ah, também parei de usar espumas, pós volumizadores (que eu adoro) e outros produtos que disfarçavam a pouca densidade de cabelo. Por exemplo, o meu cabelo é muito fininho então eu usava espuma para dar corpo e volume e dar a ilusão de ter um cabelo bem mais denso. Esta "ilusão" fez com que eu não andasse a ligar muito ao verdadeiro estado do cabelo. Então achei melhor não andar a "maquilhar" a situação, para me obrigar a ter de ter mais cuidado com ele. 

Esta espécie de "maquilhagem" que fazemos ao nosso cabelo muitas vezes impede-nos de termos a verdadeira noção do que ele precisa e do estado em que está. 
Vou-vos dar um outro exemplo: há muitas pessoas que têm as pontas do cabelo muito ressequidas e frizadas, não há?! E o que é que muitas dessas pessoas fazem? Passam a prancha para esticar o cabelo e disfarçar a situação. Pois é. Mas, se formos a ver, como a prancha disfarça, acabam por não cuidar das pontas do cabelos e elas vão piorando cada vez mais, percebem?! 
Esta situação é normalíssima. Isto acontecia com imensas clientes minhas quando iam fazer o aconselhamento de cabelo. Muitas diziam que sabiam que tinham as pontas muito secas mas que desde que esticassem com a prancha estava tudo bem. Nunca se atreviam a sair de casa sem passar a prancha ou esticarem com escova e secador porque não gostavam de sentir o verdadeiro estado do cabelo. Mas isso não é solução, só disfarça. 




Como vêem nós temos esta maneira de disfarçarmos/maquilharmos as situações, o que, por vezes, acaba por não ser o melhor passo a tomar quando queremos cuidar a sério do nosso cabelo. 
Atenção, eu não estou com isto a dizer que sou contra as pranchas, espumas, e todos esses produtos que nos ajudam a ter o cabelo mais apresentável (até porque eu ensino como se usam todas essas coisas e ADORO), estou é a dizer que, às vezes, é bom pararmos para reparamos no verdadeiro estado do nosso cabelo e do ele está a precisar.
O nosso cabelo, tal como a nossa pele, tem de ser cuidado de acordo com o seu verdadeiro estado. Numa pele com borbulhas não vamos só pôr maquilhagem para tapa-las e pronto, pois não?! Iam ficar disfarçadas, mas, como não iam ser tratadas, nunca iriam desaparecer. O que faríamos nesse caso? Tinhamos de olhar verdadeiramente para o estado da nossa pele (sem maquilhagem nenhuma), íamos ver borbulhas, depois íamos tratar da pele correctamente para que elas fossem desaparecendo e então punhamos a maquilhagem para disfarça-las. É a junção de cuidados que vão ajudar a tratar e também a valorizar a pele, não é só pôr maquilhagem para esconder. O mesmo se passa com o cabelo. Ou seja, primeiro vamos identificar o problema, tratá-lo, e então depois podemos "maquilha-lo" um pouco (seja com a prancha, espumas, lacas, etc) para valorizá-lo ainda mais. 
Nunca vamos melhorar o problema se nunca o tratarmos e só andarmos a "maquilha-lo". 




Para mim, funcionou cortar com todos os produtos que servissem só para disfarçar o estado do cabelo. Mas, atenção, isso foi para mim que mal saio de casa e que sei que o facto de eu ver o cabelo fraquinho e com as pontas secas (sem nada a disfarça-las) todos os dias ia-me dar mais força para cuidar dele. Obriga-me a ter uma conversa comigo própria quando vou tomar banho do género:
- Ah hoje não me apetece nada estar com uma máscara no cabelo durante 10 minutos, fica para a próxima semana. 
Depois passo à frente do espelho e vejo as pontas secas e mudo logo de ideias. Já não fica para a próxima vez, vai ser é o mais depressa possível!!
Eu sei que fazer isto, a mim, ajuda-me. Se eu tivesse posto um produtinho nas pontas (daqueles que praticamente só maquilham/disfarçam as pontas secas) eu muito provavelmente teria passado pelo espelho e teria pensado que até não estavam assim muito mal e que punha a máscara na semana seguinte. E o problema ia-se arrastando, entendem?! 

Não têm de fazer igual a mim, estou só a contar-vos sobre aquilo que funciona comigo. 
Cada qual tem de perceber o que tem de fazer para se motivar, se quiserem realmente ver diferença nos vossos cabelos. 

Esta foi uma espécie de introdução ao tema Cabelos mais saudáveis
Se quiserem mais posts sobre cabelo basta ficarem atentas, vou pôr vários nos próximos tempos com dicas, receitas caseiras, produtos, cronogramas capilares, etc. 
Entretanto avaliem o vosso cabelo sem artifícios e tentem arranjar a motivação que precisam para cuidarem dele, se é esse o vosso desejo, claro.
Ah, se tiverem alguma questão ou ideia podem colocá-la aqui nos comentários.

Beijinho,
Ana 
:) 



O meu estado


Eu + Ele + o nosso cão + 4 canadianas = situação/confusão actual de cá de casa! 


Seria cómico se não fosse trágico. 
O marido quis ser solidário comigo e aleijou-se também... conclusão: os dois de canadianas! Ah pois é!
Agora já nos estamos a desenrascar melhor, mas, nos primeiros dias, foi o caos! Posso-vos dizer que houve momentos ao início em que me senti desesperada porque não fazia ideia de como é que nos íamos desenrascar completamente sozinhos.. É que eu estou super limitada e ele de repente também precisava de muita ajuda. É daquelas situações quase impossíveis de descrever, só quem passa por elas. Basicamente tem sido um coxo a ajudar outro coxo... mas temo-nos desenrascado sozinhos, que é o que interessa!

Beijinhos,
Ana :)




21/04/2017

Como amarrar lenço no cabelo - parte 1

Olá.
Um dos últimos posts que escrevi foi sobre usar lenços na cabeça e inclui algumas fotografias para vocês poderem ver como ficam super giros. Mas, hoje, vou-vos ensinar duas maneiras diferentes de amarra-los, para que possam fazer passo a passo. 

Uma das opções é feita com lenços curtos e outra com compridos. 
Ah, podem usar o cabelo solto ou apanhado nas duas opções, é como preferirem. 


Como podem ver na imagem:
- para a primeira opção precisam de um lenço que seja comprido. É posto de trás para a frente, depois é torcido e amarrado atrás. (Parece difícil ao lerem a descrição mas pela imagem percebem que é muito fácil).
- para a segunda opção podem usar um lenço dos mais curtos. Dão um nó ao centro do lenço para que fique com um pormenor interessante, colocam-no no topo da cabeça e amarram-no atrás. Fácil, fácil!

Gostaram destas duas opções?! Amanhã ensino-vos mais ;)

Beijinho,
Ana

06/04/2017

Ganchos para o cabelo

Pôr um gancho no cabelo pode demorar apenas alguns segundos mas faz muita diferença. Fica simples mas com um aspecto cuidado.


Os ganchos metálicos são uma excelente opção para quem não quer andar sempre com o cabelo da mesma maneira mas que não tem tempo a perder para fazer nada elaborado. É só agarrar numa parte do cabelo, prender o gancho e já está! É óptimo também quem não quer andar com cabelo nos olhos, para quem quer controlar o volume do cabelo, para quem não sabe fazer tranças ou penteados do género, etc.

É dos acessórios que eu mais uso, principalmente em dias de muito vento, porque não quero que o cabelo ande todo no ar e a tapar-me os olhos. Assim, preso com um gancho, também não fica todo despenteado, nem cheio de nós, por ter estado a esvoaçar. 


Conseguem encontrar ganchos deste género em lojas como a Parfois, Claires, H&M, Primark, etc. Há para todos os gostos, tamanhos e feitos. 











Gostaram destes exemplos? 
Inspirem-se nestas imagens meninas e experimentem :)
Beijinho, 
Ana



05/04/2017

Benefit Hoola Lite

O amado, e best-seller, pó bronzeador Hoola da Benefit ganhou um "irmão", o Hoola Lite. É um pó bronzeador mate, tal como o original, mas num tom bem mais claro, o que o torna ideal para as peles mais branquinhas. 


Encontrar um pó bronzeador que seja mate com um tom, textura e acabamento que seja indicado para as características da nossa pele não é fácil, pois não?! Uns dão à pele um tom muito alaranjado, outros dão um aspecto sujo em vez de bronzeado e, quase todos, são demasiado escuros para as peles muito branquinhas, logo, este novo tom do Hoola, veio responder às preces de muitas meninas.

É um pó mate, muito suave e fácil de aplicar, ideal para contornares o teu rosto e "aqueceres", de uma maneira muito subtil, o teu tom de pele.


Achei uma óptima ideia porque é sempre difícil arranjar um pó bronzeador que não fique laranja nas peles mais clarinhas. E, com este tom de pó, é muito mais fácil garantir um bom resultado. 
Achei, sem duvida, uma boa opção! 


Beijinhos,
Ana








Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...